Votação de domingo gerou recorde de interações no Facebook para eleições

Votação de domingo gerou recorde de interações no Facebook para eleições

No último domingo (5), os brasileiros foram às urnas para escolher seus representantes nas esferas nacional e estadual pelos próximos anos. Como já se tornou um hábito para todos os eventos de grande escala, a votação também deu origem a uma explosão de postagens relacionadas pelas redes sociais afora – e o Facebook certamente não ia ficar de fora.

Desde o início da campanha eleitoral no dia 5 de julho até o dia em que ocorreu o primeiro turno, as eleições geraram 346 milhões de interações da rede social de Mark Zuckerberg, se tornando as mais comentadas até agora no Facebook. O registro brasileiro superou a marca da Índia, cujas eleições entre abril e maio deste ano deram origem a 227 milhões de interações – incluindo fotos ou conteúdos compartilhados, comentários, diálogos ou curtidas.

Segundo Bruno Magrani, diretor de relações institucionais do Facebook no Brasil, a expectativa é que esses números cresçam ainda mais para o segundo turno, que acontece no dia 26 de outubro. Os candidatos que reuniram mais menções foram Dilma Rousseff e Aécio Neves, com o terceiro lugar ficando para Marina Silva e o quarto para Luciana Genro – posições estas que refletiram o próprio resultado das urnas.

Interesse mundial

Os debates entre os candidatos, que aconteceram antes do primeiro turno, originaram mais de 20 milhões de interações entre o público brasileiro. De acordo com Magrani, o interesse pela política não ocorre só no país e um relatório da empresa do final de 2013 apontou que eleições estavam entre os três temas mais comentados no mundo inteiro naquele ano.

O Brasil possui cerca de 200 milhões de habitantes e metade de sua população está conectada à internet, de forma que o país figura entre os líderes mundiais no uso do Facebook – com 89 milhões de usuários por mês, segundo a própria rede social – e de outros serviços do tipo, como o Twitter.

Para Magrani, a rede se transforma em uma segunda tela onde os usuários comentam em tempo real o que acompanham na televisão. Ele ressalta, ainda, que o Facebook possui uma equipe global que trabalha acompanhando as campanhas eleitorais no mundo todo. Além de conversas sérias, porém, a votação de domingo e os debates deram origem a muitos memes e até às proibidas selfies nas urnas, que você pode conferir respectivamente aqui e aqui.