4 táticas de SEO para tirar mais benefícios de seu conteúdo

4 táticas de SEO para tirar mais benefícios de seu conteúdo

Tornar uma empresa visível na internet exige investimento em conteúdo de qualidade. A enorme quantidade de domínios na internet brasileira – mais de 3, 3 milhões de domínios de acordo com o Registro.br – pode fazer com que seu negócio passe despercebido pelos olhos dos consumidores. Um dos caminhos para o sucesso é conhecer as melhores práticas de marketing de conteúdo. Listamos aqui quatro dicas para aproveitar o máximo de seu conteúdo, aperfeiçoá-lo e capturar mais benefícios de seu esforço:

1 – Entenda as qualidades que tornam o conteúdo valioso

O conteúdo de seu site tem como propósito despertar a curiosidade do leitor, provocando até uma ação (ou reação). Textos bem escritos e originais contribuem para os mecanismos de busca. É fundamental conhecer o que o seu mercado-alvo procura e responder suas perguntas antes que ele as faça. Dessa maneira, seu conteúdo torna-se relevante e sua posição no ranking dos resultados de pesquisa é favorecida.

Com o consumidor conectado 24 horas por dia, o desafio é fazer esse conteúdo ficar atualizado. A recenticidade é a nova relevância, ou seja, quanto mais nova for a informação oferecida, mais visível você estará.

2 – Use palavras-chave – cuidadosamente

A Google Adwords Keyword Tool é uma ferramenta muito útil para colocar em evidência palavras que poderiam gerar mais impacto nas pesquisas. Identificar as expressões mais utilizadas por seu mercado-alvo é essencial. Para isso, é importante reconhecer os diferentes perfis de pensar do público. São três principais:

Introdutor: usuário que está na fase de pesquisa e ainda não tem a intenção de realizar uma compra.

Influenciador: alguém que já foi introduzido à sua marca, mas ainda está avaliando opções.

Closer: consumidor bem próximo de confirmar a compra.

As palavras-chave de closers devem ser as de maior prioridade, pois são as que têm maior chance de dar resultados. Por exemplo, quem procura por “tênis de corrida masculino vermelho” provavelmente já tem a intenção de comprar, ao contrário daquele que procura apenas por “tênis”.

3 – Aposte na variedade de canais de comunicação

O público das redes possui perfis variados: alguns preferem ler blogs, outros artigos mais elaborados. Focar em alguns poucos formatos é limitar oportunidades de difusão da sua mensagem. Dessa forma, é importante diversificá-los.

O website é o formato mais usado. O conteúdo de um site está sempre disponível para quem quiser conhecê-lo, além de ser a resposta para as pesquisas. É imprescindível manter sua qualidade, com layout atrativo e linguagem voltada ao consumidor.

Os vídeos também são boas alternativas. E eles não precisam ser fantasticamente elaborados. Crie um canal em alguma plataforma audiovisual, como o Youtube, e baixe seus vídeos para ela. Isso favorece seu conteúdo no momento da pesquisa.

As mídias sociais ganham cada vez mais relevância, mas cada uma tem suas funcionalidades e demandam estilos diferentes de conteúdo. O Facebook requer uma conexão mais emocional com o leitor, exigindo o uso de imagens e texto. Já no Twitter, uma opção para otimizar o conteúdo é inserir algum dos trending topics em seu feed. No LinkedIn, é possível segmentar os updates para perfis de audiência e tornar o conteúdo mais relevante. Em resumo, o segredo é contar sua história, respeitando as características de cada plataforma.

4 – Evite as penalidades do Google

Certas práticas de manipulação da posição de seu conteúdo nas pesquisas podem levar a penalidades por parte do Google. Algumas delas são, por exemplo, keyword stuffing(superlotação de palavras-chave), hidden text (quando as palavras ficam visíveis somente para os mecanismos de pesquisa) e cloaking (entregar conteúdos diferentes em uma mesma URL para visitantes específicos). Tome cuidado para não exagerar.